Entrar Cadastrar Recuperar senha Meus anúncios Anunciar no classificados

[LOGO] Guia Goioerê - Guia eletrônico de Goioerê e região

Ouça a WebRádio GG
Tweetar
Imprimir matéria
A+ A-
Política | 02/03/2016 [08h27]

Vereadores de Juranda são cassados por quebra de decoro, nesta segunda-feira, 29

Após derrubar liminar da Justiça, a Câmara Municipal de Juranda cassou na noite de segunda-feira (29), por unanimidade, (09 votos), o trio de vereadores, José Theodoro Alves Neto (PTB), Nelson Richard Pinto (PSL) e Pedro Gonçalves (PSD), por quebra do decoro parlamentar.



Eles foram presos em Campo Mourão em novembro do ano passado acusados de tentativa de extorsão à ex-prefeita do município, Leila Miotto Amadei (PSC). Os parlamentares já estavam afastados pela Justiça das atividades legislativas por 180 dias, seis meses. Mesmo assim continuavam recebendo seus salários de quase 3 mil reais cada um.


Na última sexta-feira (26), o juiz de direito da Comarca de Ubiratã,Ferdinando Scremin Neto, recebeu um pedido da defesa dos vereadores que seriam julgados pelos colegas na noite de segunda-feira, alegando que os mesmos não tinham podido se defender e nem sidos ouvidos pela comissão processante.

O Magistrado então solicitou ao presidente da câmara Celso Rodrigues Modesto “Fião” (PSDB), na tarde de segunda-feira (29), que retirasse da pauta a votação que iria cassar ou não os três vereadores, dando o prazo de 72 horas para a câmara prestar esclarecimentos e fazer o contraditório.

Se fosse adiada a sessão de julgamento dos vereadores dessa segunda-feira (29), a CP poderia perder a validade, visto que o prazo final se encerraria nesta quarta-feira (2). Nesse caso todo o trabalho da mesma seria arquivado e os vereadores afastados poderiam retornar a seus lugares na câmara após cumprirem os seis meses de afastamento imposto pela justiça.

No entanto, a Assessoria Jurídica da Câmara, representada pelo advogado Maykel Angelo Galvão, de imediato fez a contestação conseguindo derrubar a decisão minutos antes da sessão de julgamento, informando o juízo da Comarca de Ubiratã os motivos e o desenrolar dos trabalhos da CP desde a implantação até aquele momento, como também o Relatório produzido pela comissão que sugeria a cassação dos vereadores.

 
Assim antes que o resultado de indeferimento do pedido da defesa, o presidente Celso Rodrigues Modesto (PSDB), deu início à sessão e em seguida suspendeu a mesma até que assessoria jurídica tivesse a resposta. Com a decisão judicial favorável à câmara, o presidente retornou os trabalhos da sessão dando início a sessão de julgamento, debate, votação e consequente cassação dos vereadores.

Os vereadores cassados podem recorrer da decisão e reverter o caso na justiça, porém caso isso não aconteça, os mesmos poderão ficar inelegíveis por 8 anos a contar a partir do início do próximo mandado (2017).

RELEMBRE O CASO


Os vereadores foram presos em flagrante no dia 15 de novembro, no restaurante do posto de combustíveis “Tio Patinhas”, quando recebia cheques no valor de R$ 25 mil cada, entregues pelo marido de Leila, Davonir Antônio Amadei.

Eles foram denunciados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), núcleo de Maringá.

O dinheiro seria para garantir a aprovação das contas da ex-prefeita referentes ao exercício de 2009,contas essas que foram aprovadas no último dia 22 de fevereiro, pelo Legislativo.

Os vereadores exigiram da ex-prefeita um total de R$ 150 mil, R$ 50 mil para cada. Queriam R$ 75 milcom antecedência e o restante após a votação das contas na Câmara. O fato culminou com denúncia na câmara pedindo a cassação dos três por quebra de decoro parlamentar. 

Os acusados estão respondendo pelo crime de concussão, quando o servidor público, em razão do cargo, exige vantagem indevida. Se condenados, poderão pegar de dois a oito anos de prisão, e multa.

No dia da prisão dos acusados, Leila informou ao JORNAL TRIBUNA DO INTERIOR de Campo Mourão que Pedro Gonçalves e José Theodoro, que respondiam pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara procuraram um ex-funcionário dela uma semana antes, marcando um encontro no dia 13 de novembro em Campo Mourão."Quando esse ex-funcionário me ligou avisando já imaginei que fosse para pedir dinheiro para aprovar minha prestação de contas", falou a ex-prefeita na ocasião.

 

Os vereadores ficaram presos na carceragem da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão por três dias e foram soltos após o pagamento de fiança à Justiça no valor de R$ 25 mil cada, mesma quantia cobrada de Leila.
 
 
Os mesmos ficaram proibidos de terem acesso à Prefeitura e à Câmara Municipal de Vereadores, como também foram proibidos de manter contato com os demais vereadores suplentes ou servidores da Câmara e da Prefeitura, ambos os vereadores tiveram a suspensão do exercício da função pelo prazo de 180 dias.
 
Com a decisão da câmara, os suplentes de vereadoresMariano Mazur (PPS), Cristiana Aparecida Locatelli Escobar (PSB) “Cris Brasil” e Remi Waldemar Welz (PSC), que tinham assumido cadeira na Câmara Municipal logo após o afastamento dos vereadores acusados, deverão ser efetivados no cargo.

CINCO DENÚNCIAS

Após a prisão em flagrante dos vereadores no ano passado, a Câmara de Juranda recebeu ao menos cinco denúncias de moradores pedindo a cassação deles, que culminou com a criação de uma Comissão Processante (CP), cujo prazo dos trabalhos, de 90 dias, se encerraria nesta quarta-feira, 2 de março.


A CP criada no fim de novembro foi composta pelos vereadores José Aparecido da Silva (SD) (Presidente), Celso Folietti Carnieli (PSC) (relator), e Adeir da Silva Mota (PT) (membro). Nenhum dos vereadores compareceu às audiências marcadas para o início de fevereiro para apresentar defesa contra as acusações. Também não compareceram nem mandaram advogados no dia do julgamento.

Fonte: Guia Goioerê/Juranda News

Galeria de fotos desta matéria

Comentários

Notícias relacionadas

  • Indicações e Requerimentos que foram aprovados pelos vereadores de Quarto Centenário nesta segunda-feira, 05

    28ª REUNIÃO ORDINÁRIA                                        &nb...

  • RPA do 7º BPM realiza presão e apreensão de drogas em Cruzeiro do Oeste

    Nesta quinta-feia, 01, por volta das 16h00min, Policiais Militares do 7º BPM, das equipes de RPA (Rádio Patrulha) após solicitação de abordagem de indivíduos em atitude suspeita realizaram prisão e apreensão de sessenta (60) pedras de substância análoga ao ...

  • Detentas de Umuarama comemoram aniversário do PCC com bolo, balões e mensagens nas redes sociais

    Uma das maiores facções criminosas do país, o Primeiro Comando da Capital, conhecida como PCC, completa 23 anos, celebrados com uma festa animada no interior da cadeia de Umuarama, nesta quarta-feira (31).Pelas redes sociais, provando o uso de celular no inter...

  • Indicações e Requerimentos que foram aprovados pelos vereadores de Goioerê nesta segunda-feira, 30

    RELAÇÃO DE MATÉRIAS CONSTANTES DA 26ª (VIGÉSIMA SEXTA) SESSÃO ORDINÁRIA DA 43ª (QUADRAGÉSIMA TERCEIRA) REUNIÃO ANUAL, REALIZADA EM 29 DE AGOSTO DE 2016. Mensagem nº 51/2016 – Recebida do Chefe do Poder Executivo, apensando PROJETO DE LEI COMPLEM...

  • O voto para Vereador: Artigo de Marcello Richa

    Apenas três meses depois das eleições de 2012, um levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas apontou que 35,7% dos curitibanos não lembravam para quem votou a vereador. Infelizmente isso não é algo incomum em todo o país, que costuma valorizar mais...

  • Ministério Público e Candidatos a Prefeito de Moreira Sales assinam termo de conduta

    Nesta terça-feira, 23, os candidatos à Prefeito de Moreira Sales, Rafael Brito do Prado e Hugo Berti, juntamente com o Ministério Público Eleitoral assinaram um termo de conduta diante da Promotora de Justiça Dra. Ana Cristina Teixeira de Araújo.Clique aqui pa...

  • Participação da mulher na política: Artigo de Marcello Richa

    Dados preliminares apresentados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) apontaram um aumento expressivo no número de pessoas que irão disputar um cargo no legislativo em 2016 em relação às eleições anteriores. Apesar da boa notícia de oxigenação nas candidat...

  • Indicações e Requerimentos que foram aprovados pelos vereadores de Quarto Centenário nesta segunda-feira, 15

    INDICAÇÃO Nº 025/2016 O vereador que a presente subscreve com respaldo no Artigo 140 § 1o Inciso I do Regimento Interno desta Câmara, e submete ao crivo de vossas excelências a presente indicação, propor a EXMA. Sra. MARIA DE FÁTIMA APARECIDA BUGNO DE OLI...

  • Defesa de Reinaldo Krachinski consegue efeito suspensivo na justiça liberando candidatura e a sua volta para a Prefeitura

    O Prefeito Reinaldo Krachinski que teve seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral na última terça-feira, (9), onde foi determinado o cumprimento de sentença, entre eles o afastamento da função publica e as suspensões dos direitos políticos, mais através de se...

  • Confira a relação dos candidatos a Vereador de Goioerê e região

    O site Tribunal Superior Eleitoral já disponibilizou a relação oficial dos Candidatos à Vereador de Goioerê e Região, que disputarão a Eleição 2016 em outubro.Clique aqui e confira os candidatos à Vereador de Goioerê.Clique aqui e confira os candidatos à Verea...

Institucional

  • Principal
  • Vídeos
  • Artistas
  • Agenda
  • Galeria de fotos
  • Guia comercial
  • Contato
  • Colunistas
  • Política de Privacidade
  • Sobre Goioerê

Notícias

  • Edições anteriores
  • Brasil
  • Esportes
  • Eventos
  • Goioerê
  • Mundo
  • Paraná
  • Política
  • Região
  • Segurança

Classificados

  • Diversos
  • Eletrônicos
  • Informática
  • Rural
  • Serviços
  • Veículos
  • Imóveis
Guia Goioerê
www.guiagoioere.com.br
email: [email protected]
(44) 3522-7297 - (44) 9979-8991
(44) 9979-3334 - Goioerê-PR



É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Guia Goioerê.
[LOGO] Guia Goioerê - Guia eletrônico de Goioerê e região
® Todos direitos reservados - Guia Goioere | 2008-2016
0%